Moto é apreendida pela segunda vez por suspeita de racha

Policiais civis do GOE (Grupo de Operações Especiais) de Araçatuba apreenderam na manhã desta sexta-feira (11) uma motocicleta JTA Suzuki, GSR750, ano 2016, que teria sido utilizada para a prática do crime de racha na noite do último dia 30, na avenida Brasília. Segundo a polícia, essa mesma moto foi apreendida anteriormente para investigação sobre suposta corrida ilegal.

Os policiais foram até a residência de um encarregado de manutenção de 25 anos, no Jardim Presidente, em cumprimento a mandado de busca. O veículo foi localizado e levado para o pátio de um guincho, apesar de o rapaz negar que tenha praticado racha. O crime foi presenciado por policiais militares que, naquele dia, viram duas motos Suzuki em alta velocidade pela avenida.

A equipe não conseguiu abordar os condutores, mas anotou as placas dos veículos. Por meio do sistema eles localizaram no mesmo dia o encarregado de manutenção, que confirmou ter estado com a moto na avenida, mas negou a prática de crime. Na ocasião ele foi autuado.

ENDEREÇO
A polícia encontrou o endereço no qual está registrada a outra moto, mas o proprietário informou que a vendeu a uma garagem há cerca de cinco meses. O veículo continua sendo procurado.