Local, segundo vizinhos, virou ponto de consumo de drogas e a falta de manutenção atrai animais peçonhentos

Motel abandonado no Jardim Etemp deixa moradores em alerta

Moradores do Jardim Etemp, em Araçatuba, reclamam do abandono do prédio do antigo motel “Xeque Matt”, na via de acesso Etelvino Pereira dos Santos. Segundo eles, o imóvel tem servido de criadouro de de animais peçonhentos e do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, a febre amarela e chikungunya.

O músico Ceomar da Silva Tronccine, de 24 anos, mudou para a região há oito anos, e informa que o acúmulo de lixo no local é grande, e que o imóvel está sendo alvo de usuário de drogas. “Tendo em vista que o proprietário faleceu e o imóvel pertence à família, é obrigação dos mesmos manter o local limpo e cercado, para que nao haja o descarte de lixo e a invasão de usuários de drogas”, diz. 

Tronccine acrescenta que já apareceu de bichos peçonhentos em sua residência. “Eu mato, no mínimo, duas baratas por dia; escorpião já removi diversos da minha casa, e há dois meses uma criança aqui da rua foi picada”, completa. 

O músico afirma que sabe que a responsabilidade não e da Prefeitura, e sim do proprietário. “Eu e todos os moradores gostaríamos que a Prefeitura notificasse os proprietários do imóvel, pois é um incômodo tanto a aparição dos bichos quanto a presença de usuários de drogas, pois deixa a região perigosa.” 

OUTRO LADO
A Prefeitura, em nota, informa que o Setor de Fiscalização tem acompanhado a situação do prédio abandonado. Em dezembro, todos os proprietários de imóveis foram notificados sobre a necessidade de manutenção de seus espaços, desta forma, este local citado pela reportagem está sujeito à multa de 10% do valor venal caso não se encontre limpo.

PARTICIPE DO DISQUE-FOLHA
Defenda seus direitos e sua cidade. Envie e-mail para disquefolha@folhadaregiao.com.br ou mensagem pelo Whatsapp: (18) 99663-5314.

Leia aqui outras reportagens da coluna.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.394283