Jaime (esq.) vê contradição com desenvolvimento do entorno do local; Zanatta defende Parceria Público-Privada

Mercadão: Vereadores buscam alternativas para solucionar situação do prédio

Grande problema é a questão jurídica, afirma parlamentar

Vereadores têm buscado alternativas para solucionar a situação do prédio do Mercado Municipal de Araçatuba. O parlamentar Lucas Zanata (PV) disse que ideias não faltam para o local. “O grande problema é a questão jurídica. Diante disso, iniciamos, em março, junto com o Cartório de Registro de Imóveis, um levantamento das matrículas de cada unidade comercial do mercadão”, disse.

Ele acrescentou que, com os dados obtidos, foram feitas reuniões para estudar meios que viabilizem a reforma do espaço. “A viabilidade é a parceria público-privada, pois, além do local receber melhorias, valorizaremos os comerciantes que ainda continuam por lá, bem como se tornar um ponto turístico para a cidade, assim como acontece com outros municípios que têm mercadões, como São Paulo.”

REQUERIMENTO
Já o vereador Jaime José da Silva (PTB) protocolou, no último dia 22, requerimento, solicitando à Prefeitura informações se existe algum projeto para resolver o problema. No documento, o parlamentar destacou que o espaço se apresenta em processo contínuo de grave degradação, gerando vultosos prejuízos para os munícipes e moradores das adjacências.

“Apesar do total abandono por parte do poder público há várias décadas, essa região ao redor do mercado, com evidente potencial de crescimento, vem se transformando, indicando claramente sua natureza nata de área comercial e serviços”, disse. Ele acrescentou que tais fatos levam ao raciocínio lógico e inquestionável de que, doravante, qualquer postergação no planejamento e na tomada de medidas que possam amenizar a situação deve acarretar responsabilidade legal aos gestores públicos.

VEJA AQUI OUTRAS REPORTAGENS SOBRE A SÉRIE
'MERCADÃO MUNICIPAL'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.365594