Situação favorece o aparecimento de animais peçonhentos e estimula o descarte ilegal de lixo

Mato alto às margens de córrego no Jardim Icaraí preocupa moradores

O mato alto às margens do córrego Machadinho, no cruzamento da avenida Pompeu de Toledo com a rua Tupinambás, no Jardim Icaraí, em Araçatuba, tem preocupado os moradores. A situação favorece o aparecimento de cobras, escorpiões, ratos e outras pragas urbanas, e tem assustado quem reside por perto.

A dona de casa Maria Célia de Abreu Takahashi, de 71 anos, disse que o problema persiste há meses. "As equipes limpam até próximo do posto de combustíveis e esquecem daqui. Temos que conviver com essa situação", explicou. 

Na manhã de ontem, a reportagem esteve no local e pôde notar que o mato estava quase na mesma altura de uma carreta, estacionada ao lado do córrego. O mato alto, segundo a denunciante, é acompanhado de outro problema: o descarte ilegal de lixo e até materiais que poderiam ser reciclados. "Esse acúmulo contribui para a proliferação de vetores de doenças como a dengue, zika, chikungunya e leishmaniose", destacou.

OUTRO LADO
Questionado, o secretário de Obras e Serviços Públicos de Araçatuba, Constantino Vourlis, informou que o Executivo tem feito a limpeza e manutenção do local regularmente e que os trabalhos seguem um cronograma. Ele acrescentou que há um projeto específico de prolongar a avenida Pompeu de Toledo até a rodovia Marechal Rondon (SP-300).

PARTICIPE DO DISQUE-FOLHA
Defenda seus direitos e sua cidade. Ligue para a Redação: (18) 3636-7774, envie e-mail para disquefolha@folhadaregiao.com.br ou mensagem pelo Whatsapp: (18) 99663-5314.

Leia aqui outras reportagens da coluna.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.384540