Gerente diz que valor da diária do guincho pode até ser negociado

Após ter o veículo encaminhado ao pátio do guincho, o dono corre o risco de ter de pagar, além das diárias, R$ 120 de taxa de serviço. Pelo Detran-SP, a diária do pátio custa R$ 20,28, mas o gerente do guincho Jussara, Alex de Souza Patrão, garante que esse valor pode ser negociado.

"A retirada do veículo do pátio é o último procedimento depois de uma 'via-sacra' que o motorista fez, seja para ir na delegacia regularizar a situação, pagar as dívidas atrasadas, conseguir assinatura para liberação, então nossa intenção é facilitar e não dificultar." Em média, carros e motocicletas ficam até 15 dias aguardando a liberação de toda documentação.

Em razão do preço de mercado, os carros são os que menos ficam esquecidos pelos donos e de cada cinco que são apreendidos, apenas dois terminam no pátio. Com as motos é o inverso. De cada cinco motocicletas recolhidas, apenas duas são retiradas pelos proprietários.