Em Araçatuba, diárias de viagens subiram 32%

Gastos com viagens aumentam nas câmaras de Araçatuba, Birigui e Penápolis

Valores do primeiro semestre deste ano superam 2016

Gastos com viagens nas câmaras municipais das três maiores cidades da região — Araçatuba, Birigui e Penápolis — aumentaram no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2016. As informações foram levantadas pela Folha da Região junto aos sites das casas legislativas desses municípios. 

Em Araçatuba, as despesas com diárias para vereadores, de janeiro a junho do ano passado, foram no valor de R$ 3.605,97. Já nos primeiros seis meses de 2017, chegaram a R$ 4.769,24 — elevação de 32%. Os adiantamentos aos servidores para deslocamentos também cresceram nesse período: de R$ 16.250,00 para R$ 16,9 mil. A alta é de 4%. 

O presidente da Casa, Rivael Papinha (PSB), disse que não vê relação entre a ampliação da despesa com o aumento do número de vereadores nesta legislatura. Atualmente, o legislativo araçatubense tem 15 vereadores. Até o ano passado, a quantidade de parlamentares chegava a 12.

Segundo Papinha, os deslocamentos de parlamentares foram pequenos, sendo que a maioria das viagens foi de servidores em atribuições que competem à Câmara representar. Ele citou como exemplo julgamentos em que funcionários do Departamento Jurídico precisam participar e são agendados pelos tribunais. 

RIGOR
Mesmo com a criação de regras mais rígidas para a permissão de viagens, a Câmara de Birigui teve aumento de 106% nos gastos com deslocamentos na comparação entre o primeiro semestre deste ano e o de 2016. Enquanto essas despesas somaram R$ 13.682,50 no ano passado, somente nos primeiros seis meses de 2017, a quantia gasta com viagens é de R$ 28.276,93. 

O legislativo biriguiense informou, em nota enviada à reportagem, que o aumento nos gastos com as viagens reflete a intensificação da busca por recursos para o município, que costuma ser verificada nos primeiros meses de uma nova legislatura e que acontece agora em 2017. “Ainda mais considerando que são novos 11 dos 17 parlamentares que assumiram cadeira em janeiro”, argumentou a Câmara.

ACIMA
Na Câmara de Penápolis, os gastos com viagens nos primeiros seis meses deste ano também ultrapassaram as despesas de janeiro a junho de 2016. De acordo com o site do legislativo penapolense, de janeiro a junho deste ano, foram desembolsados R$ 42.272,35 em 35 viagens. O valor ultrapassa, inclusive, os R$ 35.739,04 custeados pela Casa nos 12 meses de 2016, quando os parlamentares e funcionários fizeram 29 viagens, a maioria para São Paulo. 

No primeiro semestre do ano passado, o custo foi de R$ 23.195 para 18 viagens. A reportagem tentou contato com o presidente da Câmara, Rubinho Bertolini (SD), para comentar o assunto, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição. (Colaborou Ivan Ambrósio)


VEJA AQUI OUTRAS REPORTAGENS SOBRE A SÉRIE
'GASTOS COM VIAGENS NA REGIÃO'



LINK CURTO: http://tinyurl.com/y8ws6tk4