Funcionário da Unesp de Ilha Solteira morre afogado

O corpo foi encontrado na noite de segunda-feira (14)

O assistente administrativo da Unesp de Ilha Solteira, João Anastácio, 59 anos, morreu após se afogar durante passeio com amigos no rio Vaza Barris, no povoado Mosqueiro, na Zona de Expansão de Aracaju (SE). O corpo foi encontrado na noite de segunda-feira (14) e deve ser enterrado em Pereira Barreto, conforme apurado pela reportagem.
 
Segundo a imprensa sergipana, o caso aconteceu na manhã de segunda-feira, no local conhecido como Croa do Goré, ponto turístico no rio Vaza Barris.
 
Anastácio estava acompanhado de outras oito pessoas e afastou-se do grupo com a namorada, para nadar em uma área considerada perigosa por ser passagem de um canal.
 
Barqueiros que estavam ancorados na ilha perceberam que o casal se afogava e foram ao local para socorrê-lo. Eles jogaram uma boia para as vítimas e a mulher que acompanhava Anastácio conseguiu se salvar, mas ele desapareceu na água.
 
O Corpo de Bombeiros foi comunicado e enviou um Grupamento Aquático para fazer o resgate. Segundo a imprensa local, o corpo foi encontrado por volta das 21h, a cerca de 50 metros do local onde foi visto pela última vez.
 
O veterinário Júlio César Freitas Santos, que é filho de Anastácio e mora em Araçatuba, informou que o pai dele era bastante conhecido em Ilha solteira como "João Negão da Unesp". "Ele era muito conhecido pela pessoa que é", comentou.
 
De acordo com ele, o pai viajava com um grupo de amigos e estava com a namorada quando se afogou. Ele deixou outro filho, Marcus Vinicius Freitas Santos. O corpo deve ser velado em Ilha Solteira e enterrado em Pereira Barreto.
LINK CURTO: http://folha.fr/1.404482