Jovem estava em um churrasco com amigos

Filho de comandante do CPI-10 morre depois de ser baleado

Ao tentar tirar a arma das mãos da vítima, PM acabou disparando

Morreu na noite deste sábado, dia 15, Diogo Belentani, de 21 anos, filho do tenente-coronel Armando Belentani Filho, atual comandante Interino do CPI-10 (Comando de Policiamento do Interior), de Araçatuba.

O jovem estava em um churrasco, numa chácara de Araçatuba, com amigos. Segundo informações repassadas à imprensa, por volta das 21h, Belentani pegou uma arma de fogo pertencente a um policial militar, que também estava no churrasco. Ao tentar tirar a arma das mãos da vítima, o PM acabou disparando e o tiro acertou a região do tórax de Belentani.

A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada para Santa Casa, mas acabou falecendo. O PM foi autuado em flagrante por crime contra a vida, homicídio na forma culposa. A arma é de propriedade da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

CONDOLÊNCIAS
A major PM Adriana Roledo Belluzzo, chefe da seção de comunicação social do CPI-10, assinou nota enviada aos comandantes dos batalhões da Polícia Militar informando que é com grande pesar que comunica o falecimento de Diogo Belentani. As últimas condolências, segundo a nota, poderão ser prestadas na capela Cardassi, na avenida da Saudade, onde o corpo do jovem será velado até 17h. Não haverá sepultamento em razão do crematório que ocorrerá após ao velório, restrito aos familiares.