Moradoras querem recurso para fazer benfeitorias

Famílias do bairro aguardam entrega de Cartão Reforma

Linha de financiamento federal será direcionada para melhorias

Famílias contempladas com moradias do residencial Porto Real 2, em Araçatuba, e que receberam as chaves das 677 residências do programa Minha Casa Minha Vida, em 4 de abril, cobram a entrega de cartão de financiamento.

Contemplados dos outros residenciais receberam um cartão do programa Minha Casa Melhor, com até R$ 5 mil de crédito para comprar móveis e eletrodomésticos. Porém, esse programa foi suspenso e deve ser substituído por outro, com financiamento de obras nas moradias, mas sem data de entrega. 

O novo programa, intitulado Cartão Reforma, atenderá famílias com renda mensal de até R$ 2.811. Cada família receberá entre R$ 2 mil e R$ 9 mil, com valor médio de R$ 5 mil individualmente, que poderá ser usado na compra de materiais de construção.

Moradoras contaram à reportagem que um mês após pegarem as chaves dos outros residenciais, as famílias receberam o cartão Minha Casa Melhor, com crédito para comprar móveis e eletrodomésticos para mobiliar as residências.

Porém, eles ouviram conversas de que esse cartão teria sido suspenso devido à inadimplência, já que grande parte dos beneficiados não teria pago as prestações. “Achamos injusto, pois se eles tiveram direito, porque a gente não vai ter?”, questiona uma moradora.

Também por meio de conversas no grupo do Whatsapp criado pelas famílias do Porto Real 2, houve comentários sobre o Cartão Reforma, que diferentemente do Construcard, disponibilizado apenas para quem tem o nome limpo, seria oferecido para todas as famílias que se enquadram nas regras do programa, independentemente de restrições.

LINK CURTO: http://tinyurl.com/ybo43hme