Estudante é preso em Araçatuba após arrastar a mãe no asfalto

 Um estudante de 22 anos foi preso na noite de segunda-feira (4), em Araçatuba, acusado de agredir a própria mãe, uma professora, e arrastá-la no asfalto. Ele não pagou a fiança e o delegado responsável pelo flagrante requereu que seja submetido a exame de sanidade mental.
 
A vítima contou à polícia que o filho dela ameaçou matá-la caso não o acompanhasse até a faculdade, onde ele apresentaria o trabalho de conclusão de curso. Segundo ela, após a apresentação, o estudante passou a ofender várias pessoas, demonstrando estar descontrolado.

CAMINHANDO 
Com receio, ela decidiu ir embora caminhando, sem que ele percebesse. Porém, no trajeto, começou a receber várias mensagens pelo celular, enviadas pelo acusado, ameaçando matá-la caso não o esperasse. A mulher disse à polícia que parou próximo ao cemitério da Saudade e telefonou para a filha, pedindo ajuda.
 
Porém, enquanto aguardava, ela foi encontrada pelo filho, que passou a agredi-la e, puxando-a pelo cabelo, a arrastou pelo asfalto. O crime teria sido presenciado por uma testemunha. O estudante foi surpreendido pela Polícia Militar ainda no local e estava descontrolado.

MEDIDAS PROTETIVAS 
Ele foi levado ao plantão policial e preso em flagrante por ameaça e vias de fato. Os aparelhos de celular da mãe e do filho foram apreendidos para perícia e a mulher solicitou as medidas protetivas previstas na lei Maria da Penha.
 
Como o estudante não pagou a fiança, de R$ 900, ficou à disposição da Justiça. Não foi informado quando ele passaria pelo exame de sanidade mental.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.377400

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook