Jaccqueline (destaque) é especialista em ortopedia funcional dos maxilares

Estresse pode comprometer a saúde bucal

Uma das doenças mais comuns é o bruxismo

São vários os motivos que deixam qualquer um estressado nessa época do ano e, com isso, vem o enfraquecimento do sistema imunológico, deixando as portas abertas para várias doenças bucais. 
 
O bruxismo é um problema odontológico com consequências que podem ser negativas para o desempenho da nossa mente. Consiste no ato de apertar fortemente os dentes superiores e inferiores e fazê-los ranger, deslizando-os de trás para frente, uns sobre os outros. Geralmente, é uma manifestação inconsciente, daí, a importância de procurar um especialista logo nos primeiros sintomas da doença. 
 
Em entrevista à Folha da Região, Jaccqueline Jacomossi explica quais são os principais sintomas do bruxismo e como cuidar do problema. Formada em odontologia pela Uniube (Universidade de Uberaba), é especialista em ortopedia funcional dos maxilares pelo CFO (Conselho Federal de Odontologia), pós-graduada em ortodontia pela Unicastelo (Universidade Camilo Castelo Branco) e faz parte do grupo Reo (Reabilitação Orofuncional e Harmonização facial).
 
Quais doenças o estresse pode causar à saúde bucal?
Boca seca — estímulo nervoso provocado pelo estresse prejudica a produção de saliva, o que, ao longo do tempo, gera cáries e doenças periodontais.
Gengivite — causada principalmente pela placa bacteriana, mas o stress pode prejudicar a execução de uma boa higiene.
Aftas — causa é multifatorial, mas o stress tem papel importante no seu surgimento.
Herpes — é uma doença contagiosa, mas pode ser desencadeada com ansiedade e stress.
Bruxismo — causas estão relacionadas ao nível de estresse. A ATM (Articulação têmporo mandibular), que prende a mandíbula ao crânio, também sofre com a movimentação que ocorre no bruxismo, podendo gerar dores de cabeça.
 
O que é o bruxismo?
É um ranger ou um forte aperto dos dentes, que atinge crianças, adolescentes ou adultos, principalmente à noite.
 
Como saber se tenho bruxismo?
Se você acorda e os músculos da sua mandíbula estão doloridos ou com dor de cabeça, pode estar sofrendo bruxismo.
 
A alimentação pode ajudar a amenizar as dores causadas pelo bruxismo?
Na verdade, a ingestão de certas substâncias, como álcool, cafeína e nicotina, podem intensificar o bruxismo, por isso, é importante manter uma alimentação saudável. 
 
Que tipos de atividades podem amenizar o desconforto causado pelo bruxismo?
Faça atividades prazerosas. O bruxismo está ligado a causas emocionais e psicológicas, por isso, praticar exercícios físicos ou atividades que ajudem a relaxar e desacelerar os pensamentos e preocupações em especial nos horários próximos de ir para cama é uma forma eficaz de reduzir e evitar o ranger e apertar dos dentes.
 
Como o bruxismo impacta na saúde bucal?
O bruxismo pode fazer os dentes ficarem doloridos ou soltos e, às vezes, partes dos dentes são literalmente desgastadas e ainda podem ocasionar também problemas na ATM (articulação têmporo mandibular).
 
Como o bruxismo é tratado?
Uma das formas mais comuns e eficazes para tratar o bruxismo está no uso de placas interoclusais. Essas peças são feitas pelo dentista de materiais diversos e, sob medida, devemos ficar atentos para que seja feita a indicação correta para cada caso, observando a causa do problema. O que se percebe hoje é um uso indiscriminado de placas de mordida sem a correta indicação, o que pode, em vez de melhorar, piorar o problema, aumentando ainda mas a força do músculo. Quando as causas do bruxismo envolvem questões neurológicas e psicológicas mais graves, também pode ser necessário o uso de medicamento ansiolíticos e acompanhamento com outros especialistas. Não deixe também de fazer visitas periódicas ao seu dentista e, se necessário, ao psicólogo, buscando identificar e reduzir as causas do estresse. Tudo isso irá garantir uma boca saudável, além de te dar mais motivos para sorrir!
 
Em média, quantos pacientes que possuem bruxismo você atende mensalmente? 
Em torno de 30 a 40 pacientes por mês ou seja, aproximadamente 20 % dos pacientes atendidos apresentam bruxismo
 
Dessa quantidade, quantos obtêm sucesso no tratamento? 
O sucesso do tratamento depende muito da colaboração do paciente. Se ele estiver motivado e disposto a colaborar, podemos dizer que o sucesso no tratamento é garantido.
 
Mesmo que o paciente não perceba esse tipo de situação na questão estética, os dentes podem apresentar sinais visíveis que demonstram o fenômeno do bruxismo?
Os dentes no paciente com bruxismo, geralmente, ficam mais sensíveis e começam a apresentar desgastes que são nítidos e observados facilmente.

ACESSE AQUI A COLUNA
'SUA SAÚDE'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.380220