Secretário Arnaldo Jardim (centro) caminha pelo recinto da Expô Araçatuba ao lado de Dilador Borges

Estado anuncia investimento milionário para Araçatuba durante a Expô

Secretário de Estado falou sobre a verba

A solenidade do agronegócio na Expô 2017, promovida na manhã de quarta-feira (12) no Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado, foi marcada pela transmissão de boas notícias a agricultores prejudicados pelo mau estado em vias rurais de Araçatuba, utilizadas para o escoamento da produção e transporte dos moradores do campo. 

Durante o evento, o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, assinou convênio com a Prefeitura para liberação de quase R$ 1,4 milhão para ser aplicado em melhorias das condições de estradas rurais no município. Do total, R$ 952.218,22 será aplicado na recuperação de trecho de seis quilômetros da estrada vicinal Caran Rezek (ART-070), na região do bairro Anhangaí. A adequação será implementada em acesso aos assentamentos Hugo Silveira Herédia, Araçá e Chico Mendes, área com mais de 450 famílias assentadas, conforme a secretaria. 

Os recursos são do programa Melhor Caminho, coordenado pela Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento e realizado pela Codasp (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo), com o objetivo de recuperar estradas rurais. “Estudamos ainda buscar parceria com usinas que permitirá ampliar a área atendida”, afirma o secretário.

VERBA
Jardim prometeu também a liberação de R$ 500 mil pelo programa Microbacias II para a Prefeitura de Araçatuba direcionar para a manutenção de estradas rurais. Não foi divulgada a data de início das obras. Para o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB) o gesto demonstra uma retomada de uma interlocução entre Estado e município necessária, oferecendo um retorno dos impostos pagos pela população.

O chefe do Executivo local acredita que as obras na Caram Rezek deverão favorecer principalmente o pequeno produtor e o agricultor familiar, os mais prejudicados pelas deficiências das vias rurais. “O grande produtor geralmente tem uma estrutura própria. Ele dá um jeito, ele mesmo arruma a estrada se precisar. Quem precisa de cuidado são os pequenos e os produtores familiares.” 

CONQUISTA
O presidente do Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste), Marco Antônio Viol, explica que os recursos destinados às melhorias das estradas rurais são uma conquista para os produtores locais que há muito tempo se reúnem para pleitear as obras. Ele diz que como as vias da zona rural não são pavimentadas, elas são mais afetadas pelo clima e pelo trânsito de veículos pesados. “Com o programa Melhor Caminho, as estradas são recuperadas de uma forma mais duradoura, preparadas para comportar mais chuvas.” 

Conforme Viol, as obras deverão beneficiar o escoamento da produção e trarão melhores condições aos agricultores que encontram problemas para se locomover até a área urbana. O presidente do Siran explica que o mau estado das vias causa aumento de gastos, como a despesa do produtor com fretes. “Quando você melhora uma estrada, você atinge toda a cadeia. No caminho, você vai encontrar cana, soja, milho, gado.” 

O secretário também assinou convênio com prefeito de Bilac, Vitor Botini (PSDB), para melhorias de estradas no município. A pasta não divulgou detalhes sobre o investimento, porém o Siran havia informado anteriormente que o programa Melhor Caminho possibilitaria a recuperação de 6,5 quilômetros em Bilac. A cerimônia também apresentou a entrega de voto de aplauso para o Siran, pelos trabalhos na área de agronegócios da Expô, e a Viol, por seus dois mandatos como presidente da entidade. A homenagem foi proposta pelo vereador Antônio Edwaldo Dunga Costa (DEM) e aprovada por unanimidade pela Câmara de Araçatuba.