Jorge Kuma Sototuka, e sua esposa, Cristina Mary, ministraram palestra sobre o tema no Centro de Difusão da Língua Japonesa

Escotismo é tema de palestra em Araçatuba

Pautadas pelo objetivo de desenvolvimento do jovem por meio de valores que priorizam a honra e a formação de melhores cidadãos, os escoteiros compõem mais de 40 milhões de membros, espalhados em aproximadamente 200 países. No Brasil, a União dos Escoteiros, única entidade reconhecida e certificada pela Organização Mundial do Movimento Escoteiro, é a instituição que dirige e acompanha as práticas escoteiras adotadas no País.

Fundada em 1907 por Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, um tenente-general do Exército Britânico, atualmente, possui mais de 80 mil escoteiros só no Brasil. Considerado uma ferramenta de ensino não formal, o escotismo tem se firmado como um movimento educacional por proporcionar aos jovens desenvolvimento em diferentes áreas, de forma contemporânea e variada.

Por mais de 100 anos, o movimento tem se aperfeiçoado tecnicamente, através de ações e conteúdos para que possam agregar cada vez mais jovens. O escotismo alcança sua proposta educativa por meio de dois pontos-chave: o método escoteiro e o programa educativo. No último dia 2, o coordenador da equipe regional de crescimento e expansão, Jorge Kuma Sototuka, e sua esposa, Cristina Mary Kuabara Sototuka, coordenadora adjunta da equipe regional de crescimento e expansão, ministraram palestra sobre o tema no Centro de Difusão da Língua Japonesa, braço de ensino da língua japonesa da Associação Nipo-Brasileira de Araçatuba. 

IDEIA
A ideia da entidade é formar mais um grupo de escoteiros em Araçatuba, que já conta com o Grupo Escoteiro Dom Bosco, comandado pelo Chefe Waldomiro Batista Leal Junior. Além do grupo araçatubense, a região conta com o "Grupo Escoteiro Urubupunga", de Ilha Solteira; "Paulo Cesar Marcelino", de Promissão, "São Francisco de Assis", de Penápolis, "Shuhei Uetsuka", de Promissão. Todos esses, sob a administração da comissária distrital, Vânia Ferrari.

 

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.360968