Juarez Paes é chefe de cozinha em Araçatuba

Escolhas: erros e acertos - comidas e bebidas

Aprenda a fazer um brochete misto

1- Opções: as certas ou as erradas;
 
2- Ocorrência: por toda a vida;
 
3- Consequências: ser feliz ou não;
 
4- Como identificar as certas? 
-Escolhendo as erradas:
 
5- Como identificar as erradas? 
-Todos que te amam vão lhe dizer;
 
6- Como errar menos? 
-Errando bastante;
 
7- Como acertar mais? 
-Não repetindo os erros;
 
8- Seria possível termos errado menos até aqui?
-Claro, bastaria que tivéssemos ouvido mais nossos pais, avós e educadores;
 
9- Por que não ouvimos?
-Ora! Para errar mais!
 
10- O que tudo isso tem a ver com a Gastronomia?
-Tudo!
 
11- Como assim?
-Assim como na vida, na Gastronomia a base do acerto é o erro!
 
12- E desde quando cozinhar errado dá certo?
-A partir do momento em que se resolveu criar coisas novas.
 
13- Quer dizer então que todas as receitas que conhecemos hoje partiram de um erro?
 
-Todas não, mas a maioria delas com certeza! Principalmente as da Alta Gastronomia como os risotos, strogonoff, cassoulet, chantilly, panetone, chucrute, queijo Roquefort, entre outros, além de molho inglês, casquinha de sorvete, picolé, batatas chips, uva passa, sanduíche, Coca-Cola, cookies com gotas de chocolate, tofú, cerveja, vinho, crêpes Suzette, sucrilhos, iogurte, manteiga, nata fresca, chocolate, café, panqueca, pizza, entre tantas outras que tomariam toda esta página.
 
14- Então, para fechar conte como algumas foram criadas.
-Ok! Em 1930, uma mulher chamada Ruth Wakefield, dona de uma pousada, inventou os Cookies com gotas de chocolate por acidente quando preparava seus tradicionais Cookies para os hóspedes e de repente se viu sem o tradicional chocolate em pó utilizado na receita dos bolinhos, na correria e sem outra opção substituiu o pó por pedaços de chocolate em barra acreditando que seria absorvido pela massa, e ao invés disso transformaram-se em gotas;
 
As batatas Chips, segundo conta a história, foram criadas pelo chef nova-iorquino George Crum, que muito contrariado teve que atender pessoalmente a um cliente que reclamou fortemente da "espessura" das batatas fritas. Após algumas tentativas para atender o exigente cliente sem sucesso, Crum resolveu apelar e cortar as batatas em uma espessura tão fina quanto à de uma folha de papel. Fritas e puxadinhas no sal foram entregues ao "chatonildo", que contrariando as expectativas adorou e recomendou aos outros clientes que também amaram aquelas finas fatias crocantes e salgadinhas;
 
As Panquecas, pasmem, surgiram há mais de nove mil anos na França, tendo a primeira delas surgido quando uma mulher não identificada derramou por acidente, um pouco do mingau que preparava para o marido e os filhos na chapa de ferro do fogão e viu que uma placa se formou cozinhando rapidamente, percebeu então que o manuseio era fácil e a virou, provou, achou deliciosa e passou a preparar rotineiramente para sua família.
 

Brochete misto à moda do chef Ju

 
Você vai precisar de: 
 
-500g de picanha em cubos; 
-200g de mandioca cozida frita em rodelas grossas; 
-200g de rodelas grossas de palmito pupunha; 
-1 pimentão vermelho, 1 amarelo e 1 verde em quadrados grandes; -2 cebolas em rodelas grossas; 
-4 tomates pequenos cortados ao meio sem sementes;
-250g de muçarela de búfala em bolinhas; 
-2 linguiças de pernil aferventadas em rodelas grossas; 
-300g de peito de frango; 
-1 colher de sopa de shoyu; 
-sal e p. calabresa qb; 
-150g de manteiga (animal); 
-suco de 1 limão.
 
Preparo: Tempere separadamente a carne e os legumes (pimentões, cebola e tomates) com sal, p. calabresa e sal, o frango da mesma forma acrescido do suco de limão. Numa frigideira grande antiaderente ou numa chapa, aqueça manteiga e chapeie os cubos de picanha até que fiquem dourados por todos os lados, faça o mesmo com o frango, a linguiça e em seguida com os legumes. Em seguida, numa refratária ou assadeira, enfileire de forma alternada carnes e legumes, espalhe um pouco de manteiga derretida por cima das fileiras e leve ao forno preaquecido a 180°C de 15 a 20 minutos, retire do forno, decore com fios de shoyu e sirva com arroz branco ou uma massa al dente passada na manteiga com manjericão e alecrim.

ACESSE AQUI A COLUNA
'GASTRONOMIA'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.366786