Escolas estaduais vão ficar sem merenda a partir de segunda-feira

Pais de alunos de escolas da rede estadual vão ter uma dor de cabeça a mais a partir de segunda-feira. É que oito escolas estarão sem funcionários para a preparação da merenda. Alguns alunos receberam ontem um bilhete no final da aula informando a situação. O bilhete menciona que a Secretaria Estadual da Educação teve problema relacionado à contratação de uma nova empresa para a merenda, por isso não haveria funcionários para preparar os alimentos.

De acordo com um desses bilhetes obtido pela reportagem, da escola estadual José Augusto Lopes Borges, na Vila Nova, esse problema se estenderia durante toda a semana que vem – de 16 a 24 de abril.

O aposentado Antônio Aparecido dos Santos, que tem três sobrinhos nessa escola contou que a direção da escola teria orientado os alunos a levarem alimentos ou lanches durante a semana que vem. 

De acordo com a diretora de Ensino de Araçatuba, Sueli Bonfietti, o problema aconteceu durante o processo eletrônico de licitação para nova empresa, já que o contrato com a fornecedora atual, que é de Araraquara venceu ontem. Segundo ela, uma concorrente no pregão entrou com representação questionando itens do pregão e o TCE (Tribunal de Contas do Estado) suspendeu o processo. Sem ter como prosseguir, a Diretoria de Ensino optou por uma contratação emergencial, que só foi autorizada ontem à tarde.

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.399510