Depois da entrega, proprietários ou inquilinos das salas corporativas e das lojas farão o acabamento interno

Entrega de torre comercial em Araçatuba será oficializada no próximo dia 22

Áreas de uso comum estão em fase de conclusão

A entrega do condomínio empresarial New York Tower será oficializada no próximo dia 22, com coquetel para autoridades e convidados. As áreas de uso comum da torre comercial construída em terreno da avenida Brasília, em Araçatuba, estão em fase de conclusão, segundo o empresário Rafael Ferreira, diretor da Ferreira Engenharia, empresa de Penápolis responsável pelo projeto. 

Ele esclarece que a infraestrutura do business center, a entrada no térreo, os elevadores, os corredores e o terraço skyline deverão ser finalizados em breve. Depois da entrega, os proprietários ou inquilinos das salas corporativas e das lojas realizarão o acabamento interno das unidades. 

Já foram comercializados 70% dos espaços destinados a 420 negócios, entre lojas e salas comerciais com investimento de aproximadamente R$ 300 mil a R$ 4,5 milhões, dependendo da metragem e do pavimento em que o espaço está localizado. 

As áreas remanescentes que não forem vendidas ficarão disponíveis para a locação, informa o empresário. O aluguel deverá ficar entre R$ 50 e R$ 60 o metro quadrado, conforme Ferreira. As áreas das unidades variam de 42,74 a 630,91 metros quadrados. Além das salas e lajes corporativas divididas por 23 andares, a torre comercial terá um strip mall no térreo com 20 operações em 4 mil metros quadrados de área construída. 

SERVIÇOS
De acordo com Ferreira, o centro de compras e serviços terá lojas, cafés e pelo menos três bancos. A empresa está em negociação para atrair para a torre uma bandeira do setor de gastronomia com marca forte. "Nós vamos fazer uma seleção com muito critério para escolher o restaurante."

O prédio inclui ainda 12 elevadores de alta velocidade e baixo consumo da marca alemã Thyssenkrupp, três subsolos com em torno de 600 vagas, além de heliponto de 20m x 20m para pouso de helicópteros. "Atende qualquer tamanho de helicóptero", afirma Ferreira. O terraço skyline ocupa uma área de 400 metros quadrados e deverá ser utilizado para a realização de eventos.

DOCUMENTAÇÃO
Atualmente, a Ferreira Engenharia aguarda a documentação para fazer a entrega. De acordo com o diretor da empresa, a previsão é de que o habite-se da Prefeitura saia esses dias. O Corpo de Bombeiros também já fez a vistoria no prédio, informa o empresário.

O VGV (Valor Geral de Vendas) do empreendimento com mais de 47 mil metros quadrados de área construída deverá ficar entre R$ 150 milhões e R$ 160 milhões, de acordo com Ferreira. A torre comercial foi anunciada em 21 de outubro de 2013 na Prefeitura. O projeto é fruto da parceria da Ferreira Engenharia com o empresário José Abraão Vinhal, dono do terreno.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.388473