O trânsito fez com que o dispositivo se desgastasse, e os motoristas não precisam mais diminuir a velocidade para passar pela lombada

Entrada para bairro por meio de via de acesso põe pedestres em risco

A situação da rua Dirceu Pereira dos Santos, no bairro Etheocle Turrini, em Araçatuba, preocupa os moradores. De acordo com a dona de casa Maria de Lourdes Denero, 53 anos, depois que foi aberto uma entrada para o bairro, para quem trafega pela via de acesso Etelvino Ferreira dos Santos, o fluxo de veículos aumentou.

A rua possui um obstáculo, localizado no meio do trecho. Porém, o trânsito fez com que o dispositivo se desgastasse, e os motoristas não precisam mais diminuir a velocidade para passar pela lombada. "Nós queríamos que a Prefeitura instalasse um quebra-molas no começo desse acesso. Assim, os motoristas seriam obrigados a diminuir a velocidade, e os pedestres não correriam tanto risco de atropelamento", opina.

Maria de Lourdes alega ter entrado em contato com a Prefeitura pelo Atende Fácil para relatar o problema, e ressalta que a administração municipal disse a ela que o caso seria resolvido. Mas até agora nada foi feito.

OUTRO LADO
A assessoria de imprensa da Prefeitura informa, em nota, que a Secretaria de Mobilidade Urbana deslocará uma equipe técnica até o local para verificar as providências cabíveis e a possibilidade de instalação de ondulações transversais (lombadas) para redução da velocidade dos veículos que por ali trafegam.

Também informa que, de acordo com o Código de Trânsito, a rua é classificada como via coletora e a velocidade máxima permitida é de 40 km/h. Entrada para bairro por meio de via de acesso põe pedestres em risco.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.355213