Vereador queria, por exemplo, impedir tramitação de acusações 'infundadas ou inconsistentes'

Dunga tenta, sem sucesso, mudar tramitação de propostas na Câmara

Ideias não emplacaram e foram retiradas pelo democrata

O vereador Antônio Edwaldo Dunga Costa (DEM) até tentou, mas não conseguiu emplacar projetos de resolução que pretendiam alterar o regimento interno da Câmara de Araçatuba em relação à tramitação de propostas. Uma delas estendia de cinco para 15 dias o prazo para a emissão de parecer por órgãos técnicos do Legislativo sobre denúncias para apuração de infrações político-administrativas. 

O objetivo era impedir acusações infundadas ou inconsistentes, segundo ele. Outra ideia de Dunga estabelecia que a propositura que recebesse parecer contrário de qualquer uma das comissões permanentes da Câmara poderia ser arquivada pelo presidente do Legislativo ou submetida à apreciação do plenário. Ambas foram retiradas de tramitação pelo democrata. (Ronaldo Ruiz Galdino)