Carlinhos garante que criação de dois nomes para uma via não vai ser um processo tão fácil

Dois nomes na mesma rua: após críticas, vereador explica origem da proposta

Mudança de nome de praça no TV foi a motivação

Após receber várias críticas por causa do projeto que permite que ruas, avenidas e praças tenham até dois nomes, seu autor, o vereador Carlinhos Santana (SD), buscou explicar qual foi a origem da propositura. Ao Periscópio, o parlamentar disse que a proposta resultou de um pedido de moradores do Jardim TV, que procuraram seu gabinete. Eles queriam trocar o nome da Praça Carlos Soares de Castro, mais conhecida pelo seu apelido “praça da Fumaça”.
 
Esses munícipes sugeriram que o local se chamasse praça São Sebastião, sendo que havia até um abaixo-assinado com esse objetivo. Os moradores argumentaram que o apelido, que sugere o uso de drogas naquele espaço, poderia desvalorizar os imóveis nas imediações. 
 
NÃO SERÁ TÃO FÁCIL
Mas Carlinhos garante que a criação de dois nomes para uma via pública do município não vai ser um processo tão fácil assim como parece. A apresentação de projetos de lei desse tipo só ocorrerá se os parlamentares forem procurados por mais de 50% dos moradores da rua, avenida ou praça. Uma das críticas ao projeto era justamente que os vereadores poderiam se aproveitar dele para fazer várias homenagens na Câmara, tendo como objetivo votos nas eleições. 
 
'VEREADOR DAS RUAS'
"Essas coisas chegam a mim porque eu não sou vereador de gabinete, mas de ficar nas ruas, sempre ouvindo a população”, afirmou Carlinhos. (Ronaldo Ruiz Galdino)

ACESSE AQUI A COLUNA
'PERISCÓPIO'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.379997