Assinatura ocorreu no gabinete do tucano e contou com a presença dos proprietários do hospital

Dilador assina contrato de locação do prédio do Hospital Santana

O prefeito Dilador Borges (PSDB) assinou, na tarde de sexta-feira (23), o contrato de locação do prédio do Hospital Santana, para onde será transferido o pronto-socorro municipal do bairro Santana. 
 
A assinatura ocorreu no gabinete do tucano e contou com a presença dos proprietários do hospital, Carlos Marçal Mazza e José Luiz Castro Júnior; da vice-prefeita Edna Flor (PPS); do assessor executivo da Secretaria da Saúde, Alair Barão; e dos vereadores Rivael Papinha (PSB), Márcio Saito (PSDB), Jaime José da Silva (PTB) e Denilson Pichitelli (PSL). 
 
VALORES
Segundo a administração municipal, toda a mobília do Hospital Santana será disponibilizada para o pronto-socorro em regime de comodato. O aluguel do prédio custará R$ 24 mil por mês, o que totalizará R$ 288 mil por ano. 
 
O contrato passa a valer 45 dias após a sua assinatura e terá duração de 12 meses, com vistoria do imóvel ao fim desse período, que pode ser prorrogado por meio de termo aditivo. 
 
VANTAGENS
“O local facilita o acesso, pois temos a avenida Mário Covas, que passa a ser Araçás, depois Waldir Felizola de Moraes, ligando com as avenidas Café Filho e Brasília, Odorindo Perenha, Prestes Maia, Waldemar Alves e rua do Fico, todas vias rápidas que facilitam para o Samu e para quem procurar atendimento, além de o terminal urbano de transporte coletivo ser logo em frente”, disse Dilador. No mesmo local funcionará o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e uma unidade de dispensação de medicamentos. 
 
REFORMA
Dilador disse que o atual prédio do pronto-socorro será reformado e continuará disponível para a Secretaria de Saúde. (Ronaldo Ruiz Galdino)
ACESSE AQUI A COLUNA
'PERISCÓPIO'
LINK CURTO: http://folha.fr/1.396135