Dilador diz que, muitas vezes, viaja sozinho para não poder ter gastos além do previsto

Com exceção de Araçatuba, despesas com viagens crescem em Birigui e Penápolis

Queda com despesas de deslocamentos da gestão Dilador foi de 17%

Dentre os três maiores municípios da região, só em Araçatuba, a Prefeitura conseguiu reduzir despesas com viagens para outras cidades, ao contrário da Câmara.

É uma situação diferente dos outros municípios mais populosos, onde os gastos de representantes do poder Executivo para outros destino subiram.

A Folha da Região apurou que as despesas com viagens feitas pela Prefeitura de Araçatuba diminuíram, na comparação com os seis primeiros meses do último mandato do ex-prefeito Cido Sério (PT) e o início da administração do atual chefe do Executivo, Dilador Borges (PSDB). 

O gasto mensal com diárias da Prefeitura de Araçatuba no primeiro semestre deste ano foi no valor de R$ 277.199,92. No mesmo período em 2016, a despesa era de R$ 278.559,98. A queda corresponde a 0,49%. Já as despesas com passagens rodoviárias e aéreas nos primeiros seis meses de 2017 somaram R$ 412.028,16. Esse mesmo gasto somou, no primeiro semestre do ano passado, R$ 498.040,82 — uma diminuição no patamar de 17,27%. 
esforço

Dilador disse que a queda nos gastos faz parte do esforço de sua gestão para diminuir todos os tipos de despesas. De acordo com ele, foi feito um trabalho de conscientização dos servidores sobre a importância de usar os recursos físicos e monetários com mais responsabilidade. 

“Do uso do telefone às viagens. Fizemos e estamos fazendo um trabalho continuado de economia. Renegociamos contratos com a empresa de telefone, buscamos viajar somente o necessário. Eu mesmo tenho viajado para buscar recursos, mas procuro ir sempre só para não ter gastos maiores”, afirmou o tucano.


VEJA AQUI OUTRAS REPORTAGENS SOBRE A SÉRIE
'GASTOS COM VIAGENS NA REGIÃO'



LINK CURTO: http://tinyurl.com/ydxosc7b