'Sou o primeiro a querer saber onde está esse dinheiro, porque esse dinheiro não veio para mim', afirmou o parlamentar

Cido diz estar indignado com denúncia de suposta fraude

Vereador rebateu acusações em discurso na Câmara

O vereador Cido Saraiva (PMDB) disse, ao utilizar a tribuna na sessão da última segunda-feira (4), que estava indignado com a denúncia de suposta fraude em licitação feita pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público. 
 
Segundo a acusação, o peemedebista, quando era presidente da Câmara, em 2012, junto com outros três funcionários da Casa, teria participado de esquema para fraudar certame para a compra de armários deslizantes. Saraiva teria recebido R$ 32 mil de propina, de acordo com a denúncia. 
 
QUER SABER
“Sou o primeiro a querer saber onde está esse dinheiro, porque esse dinheiro não veio para mim”, afirmou o parlamentar. Ele falou que, até aquele momento, não havia sido notificado pela Justiça. 
 
“Eu não fiz parte de nenhum esquema para fraudar qualquer licitação nesta Casa. Aliás, preciso lembrar que quando estive à frente do Legislativo promovi melhorias. Economizei e devolvi dinheiro à Prefeitura. Caso haja alguma dúvida, qualquer cidadão pode questionar meus colegas vereadores, assim como os servidores deste Legislativo, para que façam uma avaliação das minhas gestões e digam se viram qualquer irregularidade”, disse Saraiva.
 
MODERNIZAÇÃO
Sobre a compra dos armários deslizantes, Saraiva disse que a aquisição foi feita por necessidade e não por luxo, mostrando como os documentos ficavam antes e depois dos novos equipamentos. De acordo com Saraiva, os documentos ficavam amontoados em locais inadequados e dificultavam os trabalhos internos. 
 
O parlamentar falou que uma comissão foi formada para ir a locais onde haviam esse tipo de armário para saber como eles funcionavam. O peemedebista afirmou que as compras dos equipamentos modernizaram e agilizaram as ações do Legislativo. “Até hoje, cinco anos após a instalação, não teve nenhum defeito nos arquivos. Ou seja: (são) de ótima qualidade”, comentou Saraiva. (Ronaldo Ruiz Galdino)

ACESSE AQUI A COLUNA
'PERISCÓPIO'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.377811

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook