Dilador afirmou, durante solenidade, que valoriza o atendimento humanizado

Centro de Referência da Mulher de Araçatuba vai ter defensor público

Parceria foi assinada pela Prefeitura

O CRM (Centro de Referência da Mulher) de Araçatuba passará a contar com um defensor público para atendimento às mulheres vítimas de violência que são atendidas pela unidade.
 
O termo de cooperação com a Defensoria Pública do Estado de São Paulo foi assinado nesta segunda-feira (22) pelo prefeito Dilador Borges (PSDB) e oficializa a atuação de um defensor público no órgão, que é ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social. A secretária municipal de Assistência Social, Maria Cristina Domingues, e o presidente da Câmara, Rivael Papinha, participaram da solenidade.

UNIÃO DE ESFORÇOS 
Segundo o coordenador regional da Defensoria Pública, Angelo Dalben, trata-se de um ato de união de esforços que não integra a transferência de recursos. "A atuação do defensor público no CRM somará com os serviços oferecidos pelo programa. Além de atendimentos sociais e psicológicos, a mulher vítima de violência poderá receber orientações técnicas e realizar pedidos de medida protetiva, divórcio, entre outros", explicou.
 
Durante o encontro, o prefeito comentou que a atual administração municipal valoriza o atendimento humanizado e disse que a parceria com os órgãos públicos é fundamental para otimizar processos muitas vezes burocráticos. O nome do ocupante do cargo deve ser anunciado em breve.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.385297