A situação mais crítica é a da casa na rua Sílvio José Venturolli, no Jardim Umuarama

Casas abandonadas: risco à população e prejuízo ao município

Imóveis abandonados, encontrados com frequência em diversos bairros de Araçatuba, geram preocupação aos moradores vizinhos, uma vez que são locais que acumulam entulhos favoráveis à proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya.

O problema é assunto na Câmara dos Vereadores. Levantamento feito pela Folha da Região no site do Legislativo apontou que, de 2014 até o momento, 31 indicações foram feitas pelos vereadores à Prefeitura, solicitando providências e limpeza destes locais. Na maioria dos casos, o cenário encontrado é de sujeira, mato alto e o acúmulo de restos de construção.

A reportagem percorreu, na manhã de quarta-feira (14), seis residências nos bairros Jardim Alto da Boa Vista, Nova Iorque, Umuarama, Aviação, Paraíso e Jardim das Palmeiras. Duas dessas casas estavam ocupadas, enquanto as demais estão abandonadas. Algumas têm até placas de aluguel ou venda.

CARNÊ
A situação mais crítica é a da casa na rua Sílvio José Venturolli, no Jardim Umuarama. Além da falta de muro e os vidros das janelas quebrados, há mato alto e sujeira por toda a parte. Um carnê do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de 2017 e uma correspondência estavam jogados em um dos cômodos. Uma moradora, que preferiu não se identificar, disse que o imóvel está abandonado há cerca de dez anos. "Até hoje, pelo que sabemos, o proprietário não foi localizado nem para, pelo menos, fazer uma limpeza no local. Quando a situação fica crítica, nós pagamos para capinar o mato, que também traz mau cheiro", disse.

Em nota, a Prefeitura informou que o setor de fiscalização da Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação intima os proprietários das casas em situação de abandono. "A partir da confirmação do recebimento, o dono da residência tem até dez dias para realizar a limpeza". Caso isso não aconteça, o proprietário é multado em 10% do valor venal do imóvel. Ainda segundo a Prefeitura, só neste ano, 150 proprietários de imóveis foram multados por conta do problema em Araçatuba.

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://tinyurl.com/y7kwozdd