Caixa reabre linha de financiamento Pró-Cotista

O mercado imobiliário regional começa 2018 com otimismo pela retomada da linha de financiamento habitacional Pró-Cotista, pela Caixa Econômica Federal. Além de ser uma das mais baratas, ela é destinada a trabalhadores com conta no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). 

A modalidade foi suspensa em meados de junho do ano passado por falta de recursos, porém, chegou a emprestar R$ 6,1 bilhões em 2017. O valor disponibilizado para financiamentos em 2018 é de R$ 4 bilhões. O banco também restabeleceu de 50% para 70% do valor total, o teto para imóveis usados. Os juros da linha variam de 7,58% (para clientes com débito em conta ou conta-salário na Caixa) a 8,66% ao ano.

AQUECIMENTO
O presidente do Sinduscon Oesp (Sindicato das Indústrias da Construção Civil da Região Oeste do Estado de São Paulo), Aurélio Luiz de Oliveira Júnior, acredita que a reabertura da linha aqueça o mercado imobiliário local, favorecendo integrantes da classe média que buscam um imóvel maior e queiram fugir da necessidade de pagar aluguel. "Acreditamos que a demanda vai crescer em 2018, e as construtoras precisam estar preparadas para atender as necessidades do mercado", disse.

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.383917