Vala só não está pior porque moradora junta restos de material de construção para amenizar o problema

Buraco em rua do Jardim Presidente causa transtornos e acidente

Trânsito é intenso, principalmente em horário escolar

Um buraco na rua Emília Santos, próximo da rua Porangaba, no Jardim Presidente, vem causando transtorno aos moradores das imediações e aos que fazem uso da via. Na segunda-feira (22), um auxiliar geral de 27 anos registrou boletim de ocorrência em decorrência de um acidente provocado pela vala. 

Próximo ao local fica a Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Suzana Echelon Ortiz e, por conta disso, o trânsito é intenso, principalmente em horário escolar. Na ocorrência, ele relatou que após sair do trabalho com sua motocicleta, o pneu dianteiro do veículo acabou batendo no buraco e provocando sua queda. A vítima sofreu escoriações na mão esquerda e teve que ser atendido pela equipe de Resgate e ser encaminhado ao pronto-socorro.

Já a moradora Maria Darlene Fontes relata que convive com o incomodo da cratera há mais de seis meses e, mesmo diante de uma reclamação protocolada em julho de 2017 no Atende Fácil, o problema ainda não foi resolvido. 

“Não está pior porque vez ou outra eu pego alguns resto de material de construção dos vizinhos e coloco lá dentro”, ressalta a moradora. Maria conta que diversos veículos acabam virando a rua e, não tendo tempo para desviar do obstáculo, acaba batendo o veículo com força no solo.

OUTRO LADO
Em nota, a Prefeitura informou que a Sosp (Secretaria de Obras e Serviços Públicos) tem conhecimento do problema e tem feito um trabalho constante de recuperação de vias, porém, devido ao alto número de demandas, algumas demoram um pouco mais para serem atendidas. 

“E para prestar melhor serviço, a equipe de tapa-buracos está sendo ampliada e há projetos para recape”, destaca.

PARTICIPE DO DISQUE-FOLHA
Defenda seus direitos e sua cidade. Ligue para a Redação: (18) 3636-7774, envie e-mail para disquefolha@folhadaregiao.com.br ou mensagem pelo Whatsapp: (18) 99663-5314.

Leia aqui outras reportagens da coluna.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.385905