Boa notícia para o ensino

Doação de imóvel para Centro Paula Souza é positiva em todos os aspectos

Foi uma das melhores notícias para Araçatuba, neste ano, a doação feita pelo município de um imóvel que, no passado, abrigou uma unidade do Sesi (Serviço Social da Indústria), para o Estado. 

A construção, avaliada em R$ 1,5 milhão, servirá para o Centro Paula Souza, órgão estadual responsável pelo ensino profissionalizante, abrigar a Fatec (Faculdade de Tecnologia) ou a Etec (Escola Técnica Estadual). Atualmente, as duas instituições de ensino técnico funcionam em uma mesma unidade, localizada na avenida Prestes Maia.

A notícia é positiva em todos os aspectos. Primeiro porque elimina o estado de abandono de mais uma edificação na cidade, situação que, por si só, acarreta uma série de problemas, de ordem ambiental, sanitária e, nesse caso em especial, educacional. Afinal, um dos entraves para a falta de abertura de novas vagas no ensino público é, muitas vezes, a estrutura deficitária das redes municipal ou estadual para ampliação de acesso.

A doação do imóvel pode, dessa forma, representar o aumento do leque de opções destinado à formação profissional na cidade a curto ou a médio prazo. Já faz algum tempo que o maior município da região se consolidou também como polo de ensino, especialmente por causa de suas universidades e, mais recentemente, pelo avanço da educação a distância. 

No caso da formação profissionalizante, essa expansão começou exatamente com a Etec, que iniciou suas atividades em Araçatuba há dez anos. Passada uma década, a escola já acumula resultados expressivos. Nesse período, cerca de 2,5 mil estudantes de ensino médio técnico se formaram, além de acumular notas expressivas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e aprovações em universidades públicas. 

Uma eventual ampliação na oferta de cursos profissionalizantes, em decorrência da doação do imóvel, só viria a coroar este respeitado trabalho. Quando começou, a Etec funcionava em sala emprestada e, hoje, ainda utiliza salas de outras escolas públicas para seus cursos. O mesmo avanço pode se esperar da Fatec, que tem se destacado com importantes pesquisas tecno-científicas.

O crescimento da formação profissionalizante, em Araçatuba, pode contribuir, e muito, com o desenvolvimento econômico regional. Novos técnicos formados representam mão de obra qualificada, o que pode ser importante para as empresas já existentes ou para a abertura de novos negócios também.

Por tudo isso, é importante que estado e município busquem, cada vez mais, realizar ações a fim de fortalecer o acesso à educação, como no caso da doação do imóvel.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.366747