Zapiello é de Guararapes, mas cumpria pena no Centro de Ressocialização de Araçatuba

Beneficiado por 'saidinha', condenado é preso por roubo em Araçatuba

Homem foi para as ruas mesmo com duas sentenças pelo crime

O condenado Leonardo Prudenciato Zapiello, 33 anos, que cumpre pena no CR (Centro de Ressocialização) de Araçatuba, foi preso acusado de ter assaltado uma mulher na tarde de terça-feira (2). Ele, que tem duas condenações recentes por roubo, foi beneficiado com a saída temporária e deveria retornar ao presídio na tarde de quarta-feira (3).

A vítima, uma servidora municipal de 54 anos, contou à polícia que foi abordada pelo assaltante assim que desembarcou de um ônibus da TUA (Transportes Urbanos Araçatuba), no cruzamento das ruas São Leopoldo e Brigadeiro Tobias, no bairro Monte Carlo. Ela contou que ao atravessar a rua, um homem que conduzia um VW Gol desceu do veículo segurando uma faca semelhante à usada por açougueiros e mandou ela entregar a bolsa. 

A mulher jogou a bolsa no chão, o bandido a pegou e retornou para o carro, com o qual fugiu. Na bolsa estavam documentos pessoais, cartões bancários e R$ 200,00 em dinheiro. Após a fuga, a mulher gritou por socorro. Testemunhas anotaram a placa do veículo e acionaram a polícia. 

LOCALIZADO
O carro foi localizado abandonado em uma rua no bairro São José, e dentro dele, estava um boné, o certificado de licenciamento, em nome de uma mulher, a carteira de habilitação de Zapiello e a autorização da saída temporária expedida pelo CR de Araçatuba, também em nome do acusado.

A foto da carteira de habilitação apreendida foi apresentada à vítima, que reconheceu o condenado como sendo a pessoa que roubou a bolsa dela. Ela também reconheceu o boné como sendo o utilizado pelo assaltante.

Por volta das 2h, um policial que conhecia Zapiello o viu sentado em uma mureta próximo ao batalhão do Corpo de Bombeiros, no bairro Morada dos Nobres, e o abordou. O acusado negou ter praticado o crime, mas foi levado à delegacia e reconhecido pela vítima.

Ele foi preso em flagrante por roubo, ficou à disposição da Justiça e deve perder o direito à progressão ao regime semiaberto. A bolsa roubada e a faca usada no crime não foram localizadas.

REINCIDENTE
Zapiello, que é de Guararapes, foi condenado pela Justiça de Araçatuba a cinco anos e seis meses de prisão em maio do ano passado por roubo. Ele e Fabrício Pereira dos Santos foram presos em flagrante em outubro de 2016, acusados de assaltar dois homens que caminhavam na avenida Luiz Pereira Barreto.

Os condenados estavam em uma moto e um deles encostou um estilete no pescoço de uma das vítimas para roubar dois aparelhos de celular. A dupla foi presa. 

Dias antes, ele roubou os aparelhos de celular de duas jovens que também caminhavam em uma rua da cidade. Para cometer o assalto ele usou uma faca que encostou na barriga de uma das vítimas. Por esse crime, ele foi condenado a seis anos, dois meses e 20 dias de prisão, sentença do último dia 27 de novembro.

EXTORSÃO
Ele responde ainda a outro processo na Justiça de Guararapes, denunciado por extorsão. A acusação é de subtrair os aparelhos de celular de dois jovens, crime ocorrido em setembro de 2016, em Guararapes. Ele teria se passado por policial e tomado os aparelhos ao revistar as vítimas.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.382316