Bebê de 7 meses é encontrada morta em berço de creche

Menina foi alimentada e colocada para dormir

Uma menina, que completou sete meses de vida no último dia 16, foi encontrada morta na manhã desta segunda-feira (19) no berçário da escola infantil particular que frequentava, em Araçatuba. Ela chegou a ser levada ao hospital por equipe de resgate do Corpo de Bombeiros.

Uma funcionária da instituição contou à polícia que alimentou a menina com papinha por volta das 10h30 e a deixou brincando com as demais educadoras da escola e outras duas crianças. Por volta das 11h, a bebê foi levada para o banho e, por volta das 11h20, colocada para dormir, no colo; em seguida, deixada no berço, de bruços, como de costume.

MAMADEIRA
Cerca de 20 minutos mais tarde, quando a funcionária voltou ao berço para dar mamadeira à menina, notou que ela já não apresentava sinais vitais. Outro colaborador foi chamado pela testemunha. Enquanto ele realizava os primeiros socorros, ela acionou o Corpo de Bombeiros. Foram seguidas as orientações até a chegada da equipe de resgate.

A bebê foi levada para a Santa Casa e, segundo a assessoria de imprensa do hospital, deu entrada na unidade em parada cardiorrespiratória. Apesar de serem realizados os procedimentos de reanimação pela equipe médica, foi constatado o óbito.

INVESTIGAÇÃO
Policiais que atenderam a ocorrência informaram que no local onde a criança estava não havia sinais de vômito, sangue ou qualquer outro indício de violência. Como não havia campo para perícia, o IC (Instituto de Criminalística) não foi acionado para comparecer na escola.

Ainda de acordo com informações colhidas pela polícia, a criança frequentava a instituição havia cerca de dois meses e os alimentos oferecidos aos alunos são preparados na própria escola, que assim que foi constatado o óbito comunicou o fato aos familiares da menina.

POLÍCIA
O boletim de ocorrência foi registrado como morte suspeita e um inquérito será instaurado para investigar a causa da morte. O corpo da criança passou por exame necroscópico e material foi coletado para análise.

A escola onde ocorreu o incidente informou que a direção se pronunciará sobre o assunto somente depois que o laudo com o resultado desses exames for divulgado, apontando a causa da morte. A reportagem não conseguiu contato com os familiares da vítima para comentar o caso.

LINK CURTO: http://tinyurl.com/y8vjkntt