Polícia Militar enviou equipes para o local, mas a Guarda Municipal estava apresentando caso na delegacia

Arma de guarda cai no chão e dispara em rodoviária

Problema seria com coldre

A falha no coldre utilizado por um guarda municipal de Araçatuba pode ser a responsável pelo disparo acidental da arma dele, na manhã desta quarta-feira (11), na rodoviária da cidade. O tiro aconteceu depois que o revólver que estava no acessório caiu no chão. O projétil disparado não foi encontrado e ninguém se feriu.

Pouco antes das 9h, a Folha da Região recebeu um telefonema informando sobre um disparo de arma de fogo ocorrido no terminal rodoviário. A reportagem foi ao local, mas inicialmente ninguém soube falar o que havia ocorrido.

Passados alguns minutos, surgiram duas viaturas da Polícia Militar, mas nenhum guarda municipal foi encontrado no local. Em conversa com um funcionário de uma empresa de ônibus, ele contou que havia ocorrido um disparo acidental da arma de um guarda, a qual caiu no chão quando ele desceu da viatura, na plataforma 8.

Os policiais militares foram ao plantão policial, onde o guarda municipal responsável pelo revólver já registrava o boletim de ocorrência. Ele contou à polícia que desceu da viatura e após dar dois passos, ouviu o estampido de um disparo de arma de fogo e percebeu que o revólver calibre 38 havia caído.

De acordo com ele, a arma pertence à Guarda Municipal, escorregou do coldre que estava preso à cintura e virou ao contrário, ocorrendo o disparo acidental. Ainda segundo o responsável pela arma, a queda se deu após um parafuso que prende o coldre ao cinto se soltar.

A arma, o coldre e o porte foram apresentados na delegacia, porém, o delegado que registrou a ocorrência optou por apreender apenas o coldre e enviá-lo para perícia, já que não houve vítima.

PREFEITURA
A Prefeitura informou em nota que o incidente ocorrido na rodoviária foi um caso isolado e registrou um boletim de ocorrência de disparo acidental de arma de fogo.

"A Guarda Municipal possui um armeiro, que é um funcionário que faz a manutenção constante das armas e dos equipamentos", afirma. Segundo a administração municipal, será aberta uma sindicância para apurar as circunstâncias do fato.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.399007