'Ele (Dilador) poderia administrar muito bem sem essa ligação visceral entre os poderes', disse o parlamentar

Arlindo dá os 'parabéns' a Dilador por superbancada

Vereador é o único na oposição ao tucano

Inconformado com mais uma rejeição a projeto de sua autoria na Câmara de Araçatuba, o vereador Arlindo Araújo (PPS) "parabenizou" o prefeito Dilador Borges (PSDB) por, em tão pouco tempo, ter formado a maior bancada já vista pelo parlamentar. Hoje, 14 dos 15 vereadores podem ser considerados aliados do tucano. 

Arlindo seria o único na oposição. 

Em sua página no Facebook, o pepeessista, que está em seu sétimo mandato no legislativo local, criticou a relação do tucano com o parlamento: “Ele (Dilador) poderia administrar muito bem sem essa ligação visceral entre os poderes Executivo e Legislativo. É triste, pois isso não é o que eu idealizo na política para que as coisas aconteçam”.     
    
TAMBÉM NÃO DEMOROU    
Se foi rápido o “entrosamento” de Dilador com os vereadores, o mesmo pode se dizer do distanciamento de Arlindo com o atual chefe do Executivo. O decano dos vereadores araçatubenses sempre manteve postura de oposição a todos os prefeitos, mas, na eleição municipal do ano passado, estava na coligação que apoiou Dilador. 

Bom, pelo que se percebe, a aliança só serviu mesmo para o pleito de 2016. Na atual legislatura, a postura de Arlindo, que pertence ao mesmo partido da vice-prefeita Edna Flor, é idêntica à que teve em relação aos outros governos: de crítica. Tal postura, por ele definida como independente, pode explicar porque, em quatro meses de legislatura, Arlindo teve cinco projetos rejeitados.    
        
SEM AUMENTO DE DESPESA
Ainda em sua postagem em rede social, Arlindo não deixou de rechaçar o principal argumento dos vereadores contrários ao seu projeto que previa a criação da Farmácia Veterinária Municipal, segundo o qual iniciativa como essa deveria partir do Executivo por criar despesa para o município. 

“Não haveria um gasto de outro mundo, pois nem teria necessidade de contratações de profissionais, já que a intenção era utilizar a estrutura já existente do CCZ - Centro de Controle de Zoonoses”, declarou. (Arnon Gomes)

LINK CURTO: http://tinyurl.com/ks8w7bl