Obra está dividida em seções de crônicas e poesias; textos são de autores do próprio município

Araçatuba pela ótica dos escritores

Publicação traz poesias e crônicas sobre a cidade

Perto das comemorações de 109 anos de Araçatuba, a Academia Araçatubense de Letras lança neste sábado (25) o livro "AraçáLetras - Araçatuba sob vários olhares", uma coletânea com contos e crônicas de diversos escritores locais. A obra foi organizada pelo professor, escritor e jornalista Hélio Consolaro, membro da entidade. 

Ao todo, participam 33 autores, que, juntos, produziram 19 poemas e 23 crônicas. Na última parte do livro, há onze registros com reproduções de capas e resenhas de livros que falam de Araçatuba, publicados anteriormente. São obras de autores locais, como o livro "História de Araçatuba", de Célio Pinheiro e Odette Costa Bodstein; "Uma vida dedicada ao jornalismo araçatubense", de Hirose Itinose; "A verdadeira história de Araçatuba", de Fabrício Juncal; e "Coleção Araçatuba 100 anos", editado pela Folha da Região em 2008, ano do centenário da cidade.

"O critério maior era ter como tema a cidade de Araçatuba. Recebemos os textos e postamos em um blog. Não houve recusa de textos. De alguns, pedimos a reformulação, sugerindo temas. Também saí à procura de textos antigos sobre Araçatuba, de autores já falecidos. Também procuramos produções de pessoas ilustres, nascidas ou antigos moradores da cidade", explica Consolaro. O blog que recebeu todos os textos enviados é o www.aracaletras.blogspot.com.br. 

EDITORA
Para o editor, o fato de a AAL começar como selo de editora com uma publicação que reúne vários escritores locais e sobre a cidade é um aspecto importante. A ideia de uma coletânea sobre a cidade surgiu quando Consolaro ainda era secretário municipal de Cultura. "Fizemos um edital para alguém se habilitar a fazer um livro com coletâneas sobre Araçatuba e não apareceu ninguém. Agora, a Academia Araçatubense de Letras, com os apoiadores culturais, viabilizou a proposta", explica. 

Na reunião dos escritos sobre a cidade, o ex-secretário conta que não se surpreendeu com as histórias contatas por cada autor. "Como participei da edição dos fascículos da Folha da Região em 2008 'Araçatuba, 100 Anos', coordenando cinco pesquisadores, pouca coisa me surpreendeu. A surpresa maior foi o jeito de cada escritor abordar a mesma cidade no seu texto. Isso foi uma diversidade", avalia o editor. 

AUTORES
Na seção de poemas, o leitor encontrará escritos de Antenor Rosalino, Cidinha Baracat, Clóvis de Arruda Campos, Hélio Consolaro, Hosanah Spíndola, Igor Cassimiro, Isabel Moura, José Renato Gimenes, Mário Carteado, José Valentim, Magno Martins, Manuela Sant'Ana Trujilio, Márcio Martins, Marianice Paupitz, Marilurdes Martins Campezi, Sarah Barbosa, José Raab, Tião Carreiro, Tito Damazo, Wanilda Borghi e Zuliria Martins Minicuci.

Já nas crônicas, os nomes encontrados serão de Arnon Gomes, Ayrton Salvanini, Carlos Eduardo Gabas, Cintia Brasileiro, Emilia Goulart, Gabriel Araujo dos Santos, Geraldo da Costa e Silva, Idalina Queiroz, Jorge Napoleão Xavier, Lourival Lautenschlager, Maria José da Silva, Renato Janine Ribeiro e Yara Pedro de Carvalho. 

LANÇAMENTO
O lançamento da coletânea está marcado para o próximo dia 25, a partir das 19h, e se estende até as 22h. O encontro será na Academia Araçatubense de Letras: Rua Joaquim Nabuco, 210, Vila Ferroviária - Centro. 

"Vemos esta publicação com otimismo, pois teremos mais um livro, mais um documento que registra o cotidiano de Araçatuba", destaca Consolaro. Para ele, com o teor mais literário e menos científico, a leitura será ainda mais agradável. "A literatura tem esse condão de pôr em seus textos uma visão empírica. Realmente, é um presente para o registro literário nos 109 anos de Araçatuba", finaliza Consolaro.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.374248