Almir (esq.) não quis informar conteúdo do documento "em respeito à Casa, aos colegas e ao representado"

Almir entra com representação contra Arlindo na Câmara

Vereador recorreu ao Conselho de Ética

O vereador Almir Fernandes Lima (PSDB) protocolou representação contra Arlindo Araújo (PPS) no Conselho de Ética da Câmara de Araçatuba por conta do discurso, na sessão do último dia 27 de novembro, em que ameaçou fazê-lo "engolir" críticas. O tucano disse à coluna que não ia discutir o assunto, pois o episódio foi muito grave e pode levar de uma suspensão à perda do mandato. 
 
"E este procedimento é interno, não sendo justo eu dar publicidade a algo que nem meus pares ainda tomaram conhecimento. Portanto, em respeito à Casa, aos meus colegas vereadores e também ao representado, não vou dar publicidade ao documento por nenhum meio de comunicação", afirmou Almir. 
 
Arlindo disse ao Periscópio que sua insatisfação com Almir foi muito maior do que apenas com os termos utilizados pelo tucano para se referir a ele em seu perfil no Facebook. O pepessista afirmou que a maior irritação que teve foi com o fato de o parlamentar ter distorcido informações sobre saúde pública para jogá-lo contra a população.
 
LEISHMANIOSE
Almir é autor de projeto que permite o tratamento de leishmaniose visceral canina no município. O tucano escreveu em seu perfil na rede social que já havia discutido com o “vereador veterinário” sobre o assunto, sendo que ele defendeu o tratamento, enquanto Arlindo foi favorável à eutanásia. 
 
O pepessista disse ainda que outro motivo que o levou a tribuna para rebater o tucano foi seu “comportamento antiético”. Arlindo contou que avisou antes a Almir que ia comentar a postagem que ele tinha feito no Facebook naquela sessão. 
 
VAI REITERAR 
Arlindo comentou que, caso seja interpelado pelo Conselho de Ética sobre o assunto, vai reiterar tudo o que falou ao utilizar a tribuna. Visivelmente irritado, entre outras coisas, o pepessista proibiu o tucano de escrever sobre ele nas redes sociais e prometeu que imprimiria o próximo comentário e faria Almir comê-lo durante a sessão. 
 
AINDA TEM ESPERANÇA
Arlindo também falou sobre o atual prefeito Dilador Borges (PSDB). Única voz de oposição no Legislativo local, o pepessista contou que, ainda na campanha eleitoral do chefe do Executivo, ele disse que não iria ficar quieto diante de uma “lambança” que fosse cometida por sua gestão.
 
Porém, apesar de não ter se convencido com o primeiro ano de mandato do tucano, Arlindo ainda acredita que ele possa ser um bom prefeito, desde que não cometa os mesmos erros dos seus antecessores. (Ronaldo Ruiz Galdino)

ACESSE AQUI A COLUNA
'PERISCÓPIO'

LINK CURTO: http://folha.fr/1.377107