Investigadores encontraram várias armas, entre elas, uma espingarda, dois revólveres e duas pistolas

Advogado é preso com armas em Araçatuba após denúncia de ameaça

Flagrante aconteceu em cumprimento de mandado de busca

Um advogado foi preso na noite de quinta-feira (18), em Araçatuba, após a polícia encontrar armas e munições, algumas de calibre proibido, na casa dele. O flagrante aconteceu durante cumprimento de mandado de busca e apreensão judicial, após representação feita por uma ex-companheira dele, que estaria sendo ameaçada.

Segundo apurado pela reportagem, existe um procedimento investigatório instaurado na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Araçatuba para apurar denúncia de ameaça de morte por parte do advogado contra uma ex-mulher dele. Após iniciar a investigação, a polícia recebeu a informação de que o acusado possuía armas em casa.

Foi solicitado um mandado de busca judicial para a residência do advogado, na Vila Mendonça, o qual foi concedido e cumprido na noite de quinta-feira por policiais do GOE (Grupo de Operações Especiais) da Polícia Civil.

ENCOSTO
Durante as buscas, os investigadores encontraram várias armas, entre elas, uma espingarda, dois revólveres e duas pistolas. Também foram apreendidas diversas munições, inclusive algumas de uso restrito, como a de calibre 7.62.

Parte do material apreendido estava escondida dentro do encosto de um sofá de um lugar, enquanto uma das pistolas foi encontrada dentro de uma lista telefonica que foi recortada para encaixá-la. 

IRREGULARES
Ainda de acordo com a polícia, todas as armas estão irregulares, pois o advogado possui os registros, mas os documentos estão vencidos. Uma delas não está registrada no nome dele, que foi preso em flagrante sem direito a fiança, devido às munições proibidas. 

Ele passou a noite na delegacia e pela manhã foi apresentado no Fórum, em audiência de custódia. Após ouvi-lo, o juiz responsável optou por converter a prisão em flagrante em preventiva, por isso, ele foi encaminhado à cadeia, onde aguardará julgamento.

O arsenal apreendido será periciado.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.384918