Paula afirma já ter encontrado escorpiões, baratas e ratos em sua casa e acredita que tenham sido atraídos pelos materiais

Acúmulo de materiais por morador do Nova Iorque incomoda vizinhos

O morador de uma casa da rua Frederico Grandisoli, esquina com a rua Caigangues, no Jardim Nova Iorque, em Araçatuba, acumula materiais em frente da residência, o que preocupa a vizinhança.

De acordo com a arquiteta Paula Cândido, 29 anos, esse hábito começou há cinco anos. Desde então, os moradores tentam intervir para que o acúmulo seja interrompido, mas sem sucesso. "Ele é um acumulador de coisas. Quando não cabe dentro da casa e nem no quintal, ele usa a calçada. E isso é complicado porque pode atrair bichos para as casas da redondeza. Os moradores estão muito preocupados", conta a arquiteta. 

Paula afirma já ter encontrado escorpiões, baratas e ratos em sua casa e acredita que tenham sido atraídos pelos materiais que ficam na rua. "Teve um tempo que aqui em casa tinha tanto rato que nós tivemos que contratar uma empresa de dedetização. Depois disso, melhorou um pouco. Mas, de vez em quando, ainda encontramos", diz.

A arquiteta afirma que esse é um problema antigo do bairro e que todas as tentativas amigáveis direto com o morador e até com o proprietário do imóvel já foram feitas. Porém, o problema continua.

OUTRO LADO
Procurada, a Prefeitura informou que recebeu denúncia sobre o caso no início do ano. No dia 6 de fevereiro foi feita notificação e dado prazo para o proprietário limpar o local. "No retorno do fiscal, o proprietário não foi encontrado sendo notificado novamente por meio de carta com AR (aviso de recebimento. Neste momento, estamos aguardando retorno do mesmo para providencias cabíveis", disse em nota.

LINK CURTO: http://folha.fr/1.368807

Curta nossa fanpage e receba notícias pelo Facebook