Cabelo cacheado passou de vilão a amigo das mulheres

A brasilidade dos cachos

Os cachos e ondas tem ganhado espaço na opção das mulheres.

Após longos anos sem ser a escolha mais frequente das brasileiras na hora de ir ao salão, os cachos e ondas tem ganhado espaço na opção das mulheres. Optar por cachos e ondas, porém, requer cuidados, tempo e manutenção, muitas vezes até maior do que a requisitada por fios lisos, mas o esforço vale à pena.

As técnicas para obter as ondulações perfeitas estão longe de serem poucas (pense em bobes, babyliss, chapinha para ondular, rolinhos, grampos), podem ser feitas em casa ou no salão, e costumam proporcionar durabilidade maior do que os penteados lisos.

Lidando com os fios femininos há anos, o cabeleireiro José Francisco Santos, mais conhecido como Chiquito, avalia que a volta dos cachos nas opções das mulheres brasileiras é importante e ressalta que isso traduz a mulher brasileira em essência.

"A mulher brasileira é o cacho. Ele é o cabelo da mulher brasileira e todo seu estilo", exalta o profissional, que lembra que durante anos "o pessoal sempre tentou imitar as americanas ou europeias, que tem os cabelos mais lisos”.

Na contramão, as mulheres no hemisfério norte sempre quiseram "ter mais volume", como lembra Chiquito. "Agora se percebe que parou um pouco com isso, com esse excesso de química para ter o cabelo mais liso", define. 

Wanda Arjona, cabeleireira que sempre valorizou seus vistosos e marcantes cachos diz que, há algum tempo, "as mulheres de cabelo cacheado estão aderindo ao visual mais natural, agora com mais segurança, porque tem um batalhão de celebridades desfilando seus cachos cheias de orgulho e atitude, isso faz mulheres reais se sentirem empoderadas, e convenhamos, seu cabelo pode dizer muito sobre sua personalidade".

Leia esta notícia na íntegra em nossa edição digital para assinantes
LINK CURTO: http://folha.fr/1.399731