Folha da Região - Movimento contra o spam incentiva as denúncias

Movimento contra o spam incentiva as denúncias

Karenine Miracelly +++ --- Encaminhar Erro Imprimir


Sexta-Feira - 10/11/2006 - 10h41



Google+



Orientar o internauta a denunciar e se livrar dos spams. Essa é a função do Movimento Brasileiro Antispam que busca coibir o envio abusivo de e-mails não solicitados que distribuem propagandas, correntes, ou mensagens no estilo "ganhe dinheiro fácil". Por serem enviados a qualquer pessoa, mesmo sem autorização, os spams conseguem atingir o objetivo de forçar as pessoas a lerem as mensagens.

Etimologicamente, o termo spam origina-se de um programa de série inglesa de comédia chamado Monty Phyton, em que vikings desajeitados estão em um bar e pedem repetida e exageradamente um presunto enlatado americano, cuja marca é Spam. No Brasil, ainda não existe um órgão que regulamente ou puna este tipo de prática. Por isso, as atividades do Movimento Brasileiro Antispam ganham destaque porque orientam os internautas a agirem de forma a não incentivar a prática dos spammers, que é o nome dado a quem manda spams.

O envio de spams é prejudicial para os internautas e provedores porque a leitura dessas mensagens desperdiça tempo de conexão e o espaço em caixas de e-mail. Além disso, incentiva que a internet seja usada para espalhar mentiras e boatos.

O movimento tem um site na internet e dá dicas para o internauta denunciar ou até mesmo evitar os spams. A primeira precaução é apagar os endereços dos outros destinatários quando precisar passar adiante mensagens enviadas para várias pessoas. Ao enviar uma mensagem para vários destinatários, o internauta deve usar o recurso de cópia oculta para não espalhar listas de e-mails ativos. Também não deve responder a um spam, nem para pedir a remoção de seu nome da lista, visto que isso apenas confirma que o e-mail está ativo.

Quando fizer compras pela internet, procure conhecer antes a honestidade da loja virtual porque muitas vendem os dados dos clientes. Para evitar problemas, crie um e-mail descartável para utilizar exclusivamente nas compras via internet ou salas de bate-papo.

Para acabar com os spams de uma vez, a dica é não repassá-los, visto que eles acabam atingindo pessoas que querem apenas utilizar o e-mail como meio de comunicação sério. Se for necessário, o internauta pode criar uma pasta para e-mails indesejados e habilitar seu programa de correio eletrônico para filtrar as mensagens suspeitas.


LIVRE-SE DOS SPAMS

Na internet
www.antispam.org.br

E-mail (para denúncias)
abuse@antispam.org.br

Comentários
Comente esta matéria

Atenção: os comentários são moderados. Seu e-mail e telefone não serão divulgados, mas é necessário informá-los. Opiniões agressivas e palavrões não serão publicados neste espaço. Forneça seu nome completo.

Nome completo *
CPF *
E-mail (Não será publicado) *
Cidade *
Profissão *
Telefone (Somente números) *

* Informe seu nome completo, caso contrário a opinião não será publicada.
** Por favor, não escreva textos apenas em letra maiúscula.

Máximo de 500 caracteres.
Se quiser escrever um artigo para o jornal, envie o texto para artigos@folhadaregiao.com.br





Autoriza publicação desta opinião no portal e no jornal impresso?

Sim    Não

Folha da Região Facebook Twitter Instagram Google+ TV Araçatuba no Youtube Assine a Folha da Região Classificados
Expediente Telefones Comercial Classificados Contato Opiniões
Copyright Folha da Região. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha da Região.
Rua Joaquim Fernandes, 445 - Jardim Nova Iorque - CEP 16018-280 - Araçatuba/SP - Brasil - Telefone +55(18)3636-7774