Folha da Região - CP contra Dilador: votação deve mostrar lado de vereadores

CP contra Dilador: votação deve mostrar lado de vereadores

Coluna Periscópio +++ --- Encaminhar Erro Imprimir


Segunda-Feira - 13/02/2017 - 14h23



Atualização: 14h26 de 13/02/2017


Dayse Maria/Folha da Região - 06/02/2017
               
Será que Arlindo manterá postura de independência, mesmo com seu partido apoiando Dilador?


Vai ser possível saber, de fato, de qual lado está cada vereador de Araçatuba na noite desta segunda-feira (13), caso seja colocado em votação, na Câmara, um pedido de CP (Comissão Processante) contra o prefeito Dilador Borges (PSDB) e a secretária municipal de Cultura, Marly Garcia, referente ao parcelamento de uma dívida da titular da pasta, por causa do sumiço de oito ares-condicionados na gestão de Jorge Maluly Netto.

 Leia também:
Câmara recebe pedido de investigação contra Dilador 


É claro que pode ocorrer de algum parlamentar votar contrário, alegando que a denúncia feita pelo munícipe Daniel Lameu não é suficiente para se abrir um procedimento que pode até resultar na cassação do chefe do Executivo. Porém, pode ser um indício de como cada vereador se comportará nas próximas votações.

DÚVIDAS
Várias dúvidas poderão ser esclarecidas nesta segunda-feira. Como estas: Arlindo Araújo (PPS) manterá sua postura independente, mesmo com seu partido fazendo parte do atual governo? Almir Fernandes Lima (PSDB) vai ser a favor das apurações, em nome da transparência e outros valores éticos que defendeu nas manifestações antipetistas?

De que lado estão, afinal, Cláudio Henrique da Silva (PMN), Flávio Salatino (PMDB), Beatriz Nogueira (Rede) e Jaime José da Silva (PTB)? Cido Saraiva (PMDB), Denilson Pichitelli (PSL), Antônio Edwaldo Dunga Costa (DEM) e Gilberto Carlos Mantovani, o Batata (PR), já se posicionaram em relação ao atual governo?

DO EX-PREFEITO
A Câmara de Araçatuba vai votar nesta segunda-feira também um veto do ex-prefeito Cido Sério (PT) contra proposta de autoria da vereadora Tieza Marques de Oliveira (PSDB), que define o azul royal e o branco como cores oficiais do município.

O petista argumentou que a regra aprovada no Legislativo é reserva exclusiva do Executivo e pretende impor obrigações à administração municipal, que teria que repintar prédios públicos com outras cores. Atualmente, a Prefeitura pode também utilizar as cores do brasão do município, que tem as cores vermelha, verde, amarela, preta e azul. (Ronaldo Ruiz Galdino)



Comentários
Comente esta matéria

Atenção: os comentários são moderados. Seu e-mail e telefone não serão divulgados, mas é necessário informá-los. Opiniões agressivas e palavrões não serão publicados neste espaço. Forneça seu nome completo.

Nome completo *
CPF *
E-mail (Não será publicado) *
Cidade *
Profissão *
Telefone (Somente números) *

* Informe seu nome completo, caso contrário a opinião não será publicada.
** Por favor, não escreva textos apenas em letra maiúscula.

Máximo de 500 caracteres.
Se quiser escrever um artigo para o jornal, envie o texto para artigos@folhadaregiao.com.br





Autoriza publicação desta opinião no portal e no jornal impresso?

Sim    Não

Folha da Região Facebook Twitter Instagram Google+ TV Araçatuba no Youtube Assine a Folha da Região Classificados
Expediente Telefones Comercial Classificados Contato Opiniões
Copyright Folha da Região. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha da Região.
Rua Joaquim Fernandes, 445 - Jardim Nova Iorque - CEP 16018-280 - Araçatuba/SP - Brasil - Telefone +55(18)3636-7774