Vereador cassado obtém liminar para tomar posse

Vereador cassado obtém liminar para tomar posse

O vereador de Alto Alegre Rogério dos Santos Laranjeira (DEM), o Mão, obteve ontem liminar no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para ocupar o cargo até a corte julgar recurso apresentado contra a cassação do registro de sua candidatura. O parlamentar, eleito em outubro do ano passado, era acusado de compra de votos nas últimas eleições municipais.

Conforme o Cartório Eleitoral de Penápolis, comarca à qual pertence Alto Alegre, a Justiça Eleitoral já emitiu ofício para que a Câmara tome providências quanto à posse do vereador. Mão também já foi convocado para, na segunda-feira, comparecer ao Cartório para receber seu diploma de eleito.

De acordo com matéria publicada pela Folha da Região em 12 de novembro do ano passado, o juiz eleitoral de Penápolis, Marcelo de Freitas Brito, cassou o registro da candidatura de Mão ao atender ação do Ministério Público Eleitoral, segundo a qual durante a campanha, o então candidato teria doado bicicleta para uma festa religiosa nos dias 5 e 6 de junho, no bairro rural Matão de Baixo. A bicicleta ficou exposta na festa e várias fotos foram anexadas ao processo.

Na defesa apresentada à Promotoria Eleitoral, o vereador confirmou a doação do veículo que, segundo ele, teria ocorrido no dia 1º de junho, antes do registro da candidatura.

Ele alegou ainda que não houve compra de votos com o ato, pois quem recebeu não foi um eleitor, mas uma paróquia da comunidade. Também argumentou que não compareceu à festa.








Edição impressa



- Assine a Folha
- Acesse a edição digital e anteriores (assinante)
- Experimente a edição digital por 15 dias

A Folha


- Sobre
- Diretrizes
- Expediente
- Contato
- Telefones
- Classificados
- Grupo no Whatsapp

Blogs da Folha


- A Morte sem tabus
- A vitória pela educação
- Coluna Ciência