Preços no atacado caíram 12,33% no ano passado, enquanto no varejo a queda foi de 8,51%

Novas tecnologias e concorrência reduzem os preços de celulares

Novas tecnologias, uma enorme velocidade de lançamento e muita concorrência entre os fabricantes têm provocado uma queda acentuada nos preços de telefones celulares no Brasil. Segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV), feito a pedido da ‘Agência Estado’, o preço médio dos aparelhos caiu 12,33% no atacado no ano passado, a quarta queda anual consecutiva - e o maior recuo nesse período.

No varejo, os preços dos celulares caíram 8,51% no ano passado. E o fenômeno de aparelhos mais baratos só tende a crescer nos próximos anos, impulsionado por investimentos em novos smartphones, que devem representar mais de 50% do mercado brasileiro em 2015.

A intensidade da queda no ano passado foi tão grande que o celular foi, pela primeira vez na história da FGV, uma das cinco principais quedas anuais do setor atacadista medido pelo Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI), de acordo com o coordenador de Análises Econômicas da Fundação, Salomão Quadros. (Com informações Estadão)